Se pudessem trocariam de povo

10 09 2010

Antigamente, era precisamente neste estágio da campanha que os perdedores começavam a apelar para o golpe de Estado (hoje, impossibilitados desse recurso, apelam para a cassação de registro da candidatura que está à frente das pesquisas). Chama a atenção a difusão de comentários afirmando que se os eleitores desejarem a continuidade, isso significará atentar contra a alternância de poder. Ora, só se busca alternativa quando se está interessado em mudar. O povo é soberano para decidir se quer mudar, ou não, e quando. Alternância de poder é apenas o instituto que garante a possibilidade de a mudança ser feita, quando os eleitores a quiserem. Quando eles não querem, só trocando de povo. Já que isso não é possível então que esses candidatos que se mudem para a sede lá do norte a qual estão submissos.

Brasil, prá frente é que se anda. Retrocesso jamais. 2010 Dilma Presidente. E logo no primeiro turno.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: